Décima Terceira Câmara Cível realiza sessão por videoconferência e julga 25 processos
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 13/05/2020 17:58

A tecnologia tem sido a grande aliada do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) em tempos de distanciamento social em consequência da pandemia do novo coronavírus. Conscientes de que a prestação jurisdicional não pode parar, os desembargadores da 13ª Câmara Cível realizaram, nesta quarta-feira (13/05), sessão por videoconferência. Os magistrados julgaram 25 processos através da plataforma Cisco Webex Meetings.

Participaram da sessão os desembargadores Mauro Martins, Gabriel Zéfiro, Sirley Biondi, Fernando Fernandy, Agostinho Teixeira e a procuradora Vânia Maria Carrano Benjó. Durante duas horas, os magistrados julgaram mandado de segurança, apelações cíveis, agravos de instrumento e embargos de declaração.

O desembargador Mauro Martins destacou a utilidade da plataforma digital no momento de necessário distanciamento social.

- O sistema funcionou perfeitamente, com acesso aos advogados, que manifestaram agradecimento pela possibilidade de continuarem atuando, mesmo em tempo de pandemia. A plataforma se mostrou adequada para a realização da sessão. A Justiça não pode parar -  considerou o magistrado.

As audiências por videoconferência constam no Ato Normativo 12/2020, publicado no dia 22 de abril.

MG/FS