Decretada a prisão de ex-secretário de Saúde do Rio
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 10/07/2020 13:24


A 1° Vara Criminal Especializada decretou a prisão preventiva do ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Edmar dos Santos, apontado como chefe de uma organização criminosa instalada na Secretaria de Saúde. A quadrilha aproveitou a incidência da pandemia de Covid-19 para desviar dinheiro público comprando respiradores pulmonares por meio de licitações emergenciais viciadas.

O juízo da 1ª Vara Criminal Especializada determinou também o arresto de bens e valores com o bloqueio das contas bancárias do ex-secretário no valor de até R$ 36.922.920,00.  Na decisão, foram expedidos mandados de prisão para dois endereços de Edmar Santos, em Botafogo, Zona Sul do Rio, e em Itaipava, na Região Serrana, com a apreensão de aparelhos eletrônicos, como computadores, tablets e celulares.

Os pedidos de prisão e de busca e apreensão foram feitos pelo Ministério Público no desdobramento das investigações da operação denominada Mercadores do Caos.

Na investigação criminal sobre a compra de respiradores pulmonares, também estão denunciados o ex-subsecretário de Saúde Gabriell Carvalho Neves Franco dos Santos, Gustavo Borges da Silva, Carlos Frederico Verçosa Duboc, e controladores da empresa Arc Fontoura Indústria e Comércio de representações Ltda.

Processo: 0135370-45.2020.8.19.0001

PC/MB