Números de atendimentos demonstram aumento de vítimas de violência doméstica na pandemia
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 17/08/2020 22:07

A violência contra as mulheres aumentou significativamente este ano em função da pandemia. Os números revelam que a Central Judiciária de Acolhimento da Mulher Vítima de Violência Doméstica (Cejuvida) atingiu recorde de atendimentos em 2020. Foram registrados 1.500 atendimentos de vítimas de violência doméstica e familiar pelo projeto no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) até julho. Já no ano passado inteiro foram 1.963. Do número total de mulheres atendidas de janeiro a julho, 26 foram encaminhadas aos abrigos.  

 Criada em 2010 com o objetivo de garantir o encaminhamento seguro e célere de mulheres vítimas de maus-tratos e de seus filhos menores aos abrigos após o expediente forense, nos fins de semana e feriados, a Cejuvida possui um serviço, ferramenta fundamental de apoio à mulher vítima de violência, que mostra pelos seus próprios números que cada vez mais mulheres procuram este elo na rede de proteção.   

Na unidade de acolhimento temporário que funciona integrada ao Plantão Judiciário há uma equipe composta por servidores formados em Psicologia e Assistência Social com experiência em violência doméstica. Dois motoristas munidos de radiotransmissor e carros do Tribunal de Justiça do Rio também fazem parte também da equipe de apoio.  

Em caso de necessidade, podem, inclusive, buscar a vítima na delegacia caso esteja localizada a uma distância de até 150km do Plantão Judiciário da Capital.   

 - A central presta um serviço de extrema importância para o enfrentamento da violência contra a mulher, disponibilizando fora do horário do expediente forense acolhimento humanizado e reservado às vítimas e seus dependentes – afirmou a juíza Katerine Jathay Nygaard, da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Coem).  

Para obter maiores informações informações é possível através do Portal do Observatório Judicial da Violência contra a Mulher  http://www.tjrj.jus.br/web/guest/observatorio-judicial-violencia-mulher/cejuvida 

 

Serviço:  

CEJUVIDA  

Plantão Judiciário - Rua Dom Manoel, s/nº  

Horário de Funcionamento:  Das 18h às 11h do dia seguinte, finais de semana e feriados  

Tel. 3133-3894 / 3133-4144  

 

SV/FS