Participantes do programa ‘Conexão Jovem Cidadão’ recebem certificados no TJRJ
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 31/05/2022 18:10

Da esquerda para direita: juiz Alexandre Teixeira de Souza; formanda Camile da Silva; diretor do Senac RJ, Pedro Teixeira; e gerente do Senac RJ, Rosane Masieiro                 Camile da Silva exibe seu certificado ao lado do juiz Alexandre Teixeira de Souza; do diretor do Senac RJ, Pedro Teixeira; e da gerente do Senac RJ, Rosane Masieiro

 

Nesta terça-feira (31/5), 13 jovens do programa ‘Conexão Jovem Cidadão’, uma parceria entre o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro e o Senac RJ, receberam certificados e um kit empreendedor pela conclusão do curso de ‘Embelezamento do Olhar’. Esta é a primeira turma formada pelo projeto, que tem o objetivo de capacitar profissionalmente jovens, a partir dos 16 anos, em situação de vulnerabilidade e risco social.

Durante três meses, a turma - formada por jovens indicados pelas Varas da Infância, da Juventude e do Idoso e dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) -, aprendeu conhecimentos e técnicas sobre embelezamento do olhar, como design e alongamento de cílios e sobrancelhas. Com os certificados recebidos hoje, os formandos poderão iniciar na área da estética e beleza.

Para o juiz auxiliar da Presidência e membro da Comissão de Articulação de Programas Sociais, Alexandre Teixeira de Souza, o ‘Conexão Jovem Cidadão’ é uma parceria com o Senac RJ que vai ao encontro de tudo o que Tribunal acredita.   

“Essa é a oportunidade, o caminho de bem para vocês seguirem e buscarem um futuro melhor. Quando nós queremos, tudo se torna possível. Principalmente quando temos o apoio da família. Esse será o primeiro certificado de muitos que vocês receberão daqui para frente”, comemorou o magistrado.  

O diretor de Operações Compartilhadas do Senac RJ, Pedro Teixeira, acredita que a participação no programa vai transformar a vida dos jovens e de outras pessoas do seu convívio.  

“Vocês precisavam de uma oportunidade e provaram que vontade não falta. Vocês fizeram a diferença. Que sejam, a partir de agora, multiplicadores do conhecimento adquirido e da força de vontade que demonstraram. Parabéns pela conquista”, destacou o diretor.  

Entre os 13 formandos, um se destacava: Caique Ferreira de Araújo, de 19 anos, o único rapaz do grupo. Para o jovem, morador de São Cristóvão, o curso será uma oportunidade de transformar seu futuro.  

“Nunca tinha feito nada parecido com isso. No início achei que poderia ser difícil, mas acabei aprendendo de tanto praticar. Minha mãe e minhas tias são minhas modelos”, contou o rapaz.  

Para Camile da Silva Pacheco dos Santos, de 18 anos, participar do curso de embelezamento do olhar foi a chance de retomar uma atividade que já gostava de praticar.  

“Iniciei um outro curso, mas acabei desistindo no meio do caminho. Agora não. Aprendi, pratiquei e conclui o curso. Agora quero seguir na área”, explicou a jovem.  

IA/MB

Foto: Felipe Cavalcanti/TJRJ