Ações e programas que fomentam a solidariedade, provocam práticas humanizadoras e inovadoras e promovem a cidadania, sempre com o olhar voltado à coletividade.  O comprometimento do Poder Judiciário, por intermédio dessas práticas, leva à valorização do ser humano e do ambiente em que estão inseridos.