Comarca de Três Rios: Integrantes do Programa Flor de Lótus e da Patrulha Maria da Penha doam cestas básicas para vítimas de violência doméstica
Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 15/05/2020 13:06

Em tempos de pandemia, praticar solidariedade faz toda a diferença - principalmente quando se precisa ajudar vítimas de violência doméstica.  Foi pensando em suavizar as dificuldades que o isolamento proporciona para quem sofreu maus-tratos que seis integrantes do programa Flor de Lótus - uma parceria do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Comarca de Três Rios e Guardiões da Vida do 38° Batalhão - e da Patrulha Maria da Penha se uniram para ajudar moradoras de áreas de baixa renda.

De acordo com a titular do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Comarca de Três Rios, a juíza Elen de Freitas Barbosa, elas precisam se sentir amparadas:

- As doações aconteceram no próprio Fórum e nos bairros Vila Isabel, Habitat e Cantagalo por concentrarem o maior número de mulheres com esse perfil. Acompanhamos de perto as dificuldades delas, sendo que a maioria é mãe solteira e não tem renda. Elas precisam de comida e amparo nesse momento de isolamento - destacou.

De acordo com a magistrada, a arrecadação das 60 cestas começou durante o evento 'Caminhada pela Valorização da Mulher', do Programa Flor de Lótus, no Dia Internacional da Mulher (08/03).

- Nós realizamos esse evento todos os anos. Na inscrição para caminhada as pessoas doavam um quilo de alimento não perecível. Então montamos algumas cestas básicas com esses alimentos e começamos a distribuir para as mulheres assistidas pelo programa. A distribuição está sendo feita por integrantes do Programa Flor de Lótus e pelos policiais da patrulha Maria da Penha – explicou.

O Programa Flor de Lótus prevê práticas destinadas ao combate da violência doméstica e possibilita atendimento à vítima e garantia de proteção. Além disso, o programa conta, em Três Rios, com a parceria do 38° Batalhão de Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro através dos Guardiões da Vida – policiais destinados ao acompanhamento das medidas protetivas e da realização de projetos desenvolvidos com a equipe do Juizado da Violência Doméstica e Familiar da comarca local.

SV/FS